21/03 (e quebrando mitos)

Hoje é o dia internacional da Síndrome de Down. A data escolhida foi 21/03, fazendo uma alusão à trissomia do cromossomo 21. Divulgar e debater sobre a síndrome é importante, mas aceitação e inclusão também. Para comemorar este dia, quero inaugurar uma sessão especial aqui no blog: Verdade ou Mito.

#01 – Síndrome de Down é uma doença: MITO.

Síndrome de Down não é uma doença e sim uma condição inerente à pessoa, portanto não se deve falar em tratamento ou cura. O quadrinho do Flávio Soares (que tem um blog muito legal, que inclusive inspirou o nome do NVCA) resume bem:

2013-01-10-VcL_HQ_203

Eu nunca iria imaginar, mas esta data será para o resto da minha vida um dia muito especial. Muito obrigada à todos vocês que acompanham nossa história e torcem por (e constroem) um futuro mais belo, tolerante e inclusivo. Vocês são demais.

alice5meses

Eu não sou “doentinha”. Mas minha fofura contagia! 🙂

Anúncios

Caixinha das Texturas

02

Quem nunca deu um ovo de Páscoa para uma criança pequena, e viu ela se divertindo muito mais com aquele papel colorido do que com o chocolate em si? Ou então, comprou um brinquedo bem caro da Fisher-Price e viu o afilhado brincando com a caixa dele? Divertir crianças é mais barato e fácil que a gente imagina. 🙂

A bebê pig adora brincar com texturas, e para estimulá-la criei uma caixinha cheia de materiais com superfícies diferentes. Utilizei uma caixa que tinha aqui em casa (sou um pouco hoarder de caixas bonitinhas, não consigo jogar fora), e fui catando pela casa objetos com texturas contrastantes. Juntei celofane, pelúcia, crochet, papel seda… Ela adorou! E de uma forma divertida estimulo sua motricidade fina, seu sentido tátil, audição, noção de causa e efeito e a posição sentada.

Mas não sejam sem noção como eu: cuidado com materiais que soltam tinta, ou que sejam tóxicos. Usei um papel seda rosa que fez a maior sujeira e tive que tirá-lo da caixa. Cuidado também com os plásticos, fiquem sempre de olho! A fisio da APAE sugeriu e eu curti: colocar algumas texturas desagradáveis também, para o bebê entender que nem todas as superfícies são agradáveis, e trabalhar os contrastes (ex: macio x áspero).

01

03

Mais sobre brincadeiras sensoriais: aqui e aqui.

Bebê Zoo

Que a Alice é minha Bebê Pig todo mundo já deve saber. Que de vez em quando ela decide virar um bebê dog, alguns também sabem. Aqui em casa eu chamo ela é de gatinha. E semana passada, na aula de hidroterapia na APAE, ela virou um bebê peixinho:

Pig, dog, cat, fish… essa minha filha virou mesmo foi um bebê zoo!

Este slideshow necessita de JavaScript.

E bebê pig completou seis meses semana passada! Viva! Estou voltando aos poucos à minha vida freelancer, e na correria surtei nem consegui fazer um post comemorativo aqui no blog. Mas ela está cada dia mais fofa, e tudo certinho com a saúde dela, só alegria! 🙂

IMG_0350

Bebê camaleão.