Super Mãe

Frequentemente as pessoas comentam uma coisa no blog ou no facebook que – apesar de me deixar inicialmente envaidecida – também me deixa intrigada e cheia de questionamentos: “Carol, você é uma SUPER mãe. Não importa se eu postei uma foto da Alice, uma dica de estimulação, algo sobre o nosso cotidiano… de uma forma ou de outra essa frase sempre surge nos comentários.

Logo já fico cheia de dúvidas: afinal o que é ser uma super mãe? Será mesmo que eu sou mesmo uma? Será que estou projetando essa falsa imagem de mãe invencível, incansável, ainda que sem querer? Outro dia uma colega comentou comigo, envergonhada, que as vezes a filha dela via galinha pintadinha enquanto almoçava. Quando eu a respondi dizendo que eu vivia fazendo coisas deste naipe também, ela se espantou: “jura carol, achei que você não fazia nada dessas coisas!

Gente, para tudo! Não é porque eu tenho um blog sobre maternidade que eu sou perfeita, longe disso. Não vou me botar totalmente pra baixo, eu realmente me esforço e sou boa em algumas coisas, mas também falho terrivelmente e sou super #menasmain em inúmeras outras! E, depois de dois anos e meio tentando construir e entender minha identidade enquanto mãe, acredito que me encontrei e sou feliz neste meio termo.

Aquele meio termo onde você consegue ensinar sua filha a apreciar um chuchu sem sal, mas que também as vezes “esquece” a televisão ligada enquanto ela come.

chuchu

Na imagem: Alice comendo um chuchu sem sal, e espiando o desenho do pocoyo.

Aquele meio termo que você vibra tanto que sua filha parou de comer o giz de cera e começou a desenhar, que nem liga se ela rabiscou a cadeira branca inteira.

Na imagem: Alice sorrindo e desenhando com giz na sua cadeira branca.

Na imagem: Alice sorrindo e desenhando com giz na sua cadeira branca.

Aquele meio termo onde você acha um brinquedo educativo para ensinar as palavras para a filha no banho, mas acaba escrevendo um trecho da música da Angélica na banheira.

Na imagem: Letras educativas escrevendo "vou de taxi" na banheira.

Na imagem: Letras educativas escrevendo “vou de taxi” na banheira.

Afinal de contas, não dá para ser boa em tudo e leveza e bom humor são sempre bem vindos. 🙂

Mas pensando bem, agora que sou mãe (e que sei da responsabilidade que é educar uma criança) me pergunto: será que todas nós que abraçamos este desafio de coração aberto não somos SUPER mãesSuper cansadas, correndo o dia todo atrás de nossos pequenos, super confusas, sempre nos questionando se estamos fazendo o melhor por eles, mas também super felizes, vibrando com todo e qualquer obstáculo que eles superam.

Anúncios

2 comentários sobre “Super Mãe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s