2015

2015 e um profissional representante de diversas escolas de Santa Catarina, em uma manobra abominável, tenta retirar o direito à educação de crianças e jovens com deficiência, na contramão dos direitos humanos. Os argumentos usados reduzem por absoluto pessoas com deficiência a partir de premissas falaciosas e limitando o potencial dessas pessoas de forma discriminatória e criminosa. A carta redigida é tão vergonhosa, é tão surreal, que eu em um primeiro momento achei que fosse falsa.

Como bem pontuou a minha colega Gisele Fontes, o argumento de que a criança com deficiência aumenta os custos da escola não é honesto, já que a escola tem que estar preparada para a diversidade humana, que existe, inclusive, na população dos alunos sem deficiência. O fato de você ser uma instituição privada, ao invés de pública, não te exime de cumprir a lei.
Se a mesma energia e vigor que este cidadão luta para que as pessoas com deficiência não participem do ensino regular fosse canalizada para encontrar soluções positivas, para o progresso, tenho certeza de que estaríamos em um rumo muito melhor.

Eu estava ponderando se me posicionava ou não sobre esta situação, mas diante dos absurdos que tem sido falados e escritos por tais representantes, e que muitas escolas estão inclusive redistribuindo para seu corpo docente e discente, me sinto obrigada a deixar bem clara a opinião do NVCA. Somos absolutamente A FAVOR da inclusão. INFORMEM-SE! Não acreditem em argumentos falaciosos.

Se tem algo que me apavora é retrocesso.

Se tem algo que me deixa com medo são atitudes análogas ao fascismo.

A educação é um direito fundamental, universal e inalienável.

legenda da foto #paracegover: um fundo preto, com rabiscos brancos de tinta. Em cima, está escrito “chega de preconceito” com uma fonte cursiva preta.

 

Anúncios

2 comentários sobre “2015

  1. Andressa disse:

    Nunca deixe de lutar pelo que acredita, infelizmente encontraremos em nosso caminho pessoas preconceituosas, estas sim, nos fazem repensar com que tipo de gente queremos conviver…. diversidade sim, preconceito nunca!!!!

  2. Notas sobre uma vida disse:

    Carol, você está certíssima em expor sua opinião. Sou pedagoga e minha área é Educação Especial. O que vemos é um descaso com a educação em geral, onde buscam distorcer o progresso que houve, sabe-se lá a fim de que. “Se a mesma energia e vigor que este cidadão luta para que as pessoas com deficiência não participem do ensino regular fosse canalizada para encontrar soluções positivas, para o progresso, tenho certeza de que estaríamos em um rumo muito melhor.” Que haja mais pessoas com opiniões como a sua

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s