Oi Oi Oi

Estou tão tão tão feliz em finalmente colocar esse vídeo no ar! Vocês não tem noção da alegria imensa que é para mim usar minha vocação para a produção de conteúdos edificantes para tantas crianças! Me dediquei tanto nesse projeto! Teve música refeita 2x, teve sofrência na gravação nos vocais, teve incontáveis horas de planejamento e brainstorm, pensando em fazer algo muito especial para vocês! Nesse video trago uma novidade, graças aos apoiadores do canal, que são videos reais de crianças! Com o apoio consegui usar a verba para investir nisso, e estou doida para saber o feedback de vocês, se foi algo que agregou na experiência das crianças! O link para assistir está  abaixo, espero sinceramente que curtam, foi feito com muuuuito carinho!

#paracegover: Desenho da Alice e do Antônio sorrindo, eles estão dando oi com as mãos. Está escrito “música nova: oi e tchau”. Eles estão em um cenário também ilustrado que lembra um parque.

A liberdade de apenas SER

Hoje é dia internacional da síndrome de Down. E que alegria que é ver minha timeline cheia de fotos lindas e de histórias inspiradoras. Que emoção ver jovens e adultos com SD indo pra faculdade, conquistando empregos de destaque, sendo músicos de sucesso! Mas também orgulho por TODAS as histórias, pois sei que o valor de uma vida e a sua relevância é muito mais do que conseguir tirar uma carteira de motorista ou casar e ter uma vida plenamente independente. Que neste dia saibamos que a pressão para provarmos algo para a sociedade, para quebrarmos esteriótipos, é algo que deva ser uma natural e genuína escolha pessoal, e não algo que sentimos que somos obrigados a fazer para provarmos nosso valor enquanto família, para reafirmar a relevância de nossos filhos. Para uns a vitória emocionante será um filho dirigindo um carro. Para outros, um filho conseguindo falar a palavra carro. Para uns a vitória será o filho ganhando uma medalha nas olimpíadas. Para outros, o filho ganhando alta da UTI.

Meu pedido para este dia, é que possamos viver nossa vida tranquilamente, descobrindo aos poucos o potencial dos nossos filhos, sem precisar provar nada para ninguém, e que isso seja suficiente.

Um tempo atrás eu escrevi que minha filha é muito mais que a soma de seus cromossomos. E, no dia internacional da síndrome de down, peço que entendam que o valor da vida dos nossos filhos é infinitamente maior que a soma de suas conquistas.

#paracegover foto da Alice apoiada em um sofá bege. Ela está dando um sorriso engraçadinho.

Texto: @carolrivello(@nossavidacomalice)

R de Repense

R de Repense
R de Reflita
R de Respeito
.
Olha o tanto de palavra maravilhosa que inicia com R por aí, prontinhas para serem usadas e abusadas? Então pra que continuar usando uma palavra R que ofende profundamente um grupo de pessoas? Mesmo que não tenha sido sua intenção, ao usar o termo “retardado”, você está marginalizando pessoas pertencentes a uma minoria, e entristecendo seus familiares e amigos. Usar termos que não são legais, todos nós usamos, ninguém é perfeito. Nosso pedido jamais será para nunca ninguém usar uma palavra ofensiva, pois sabemos que é uma missão fadada ao fracasso, estamos sempre aprendendo, evoluindo e descobrindo novas maneiras de sermos inclusivos, inclusive na nossa fala. Nosso maior pedido é para sermos OUVIDOS, de verdade, quando apresentamos nossas demandas. Que ao invés de “puxa mas não quis dizer isso”, ouçamos mais “nossa, muito obrigada por me falar isso”. Por menos “idas ao dicionário” para ver se de fato foi ofensivo ou não, mais idas à consciência, ao coração, mais reflexão.
.
Este é um desabafo e desafio coletivo dos perfis
@21motivosparasorrir@nossavidacomalice, e @mae_deverdade.
Texto: @carolrivello(@nossavidacomalice) .

#paracegover uma selfie minha tapando minha própria boca. Estou séria e o fundo é preto. Nas fotos ao lado, Ingrid e Gabi em fotos similares.